Publicado em 01/06/2019 às 00:00

STF barra regra da reforma trabalhista sobre grávidas e lactantes em condição insalubre


Foto: STF barra regra da reforma trabalhista sobre grávidas e lactantes em condição insalubre - InfoMoney


Por 10 a 1, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira, 29, que gestantes e lactantes não podem exercer atividades consideradas insalubres, confirmando uma decisão liminar que havia sido dada no mês passado pelo ministro Alexandre de Moraes.

Esse foi o primeiro item da reforma trabalhista do governo Michel Temer (MDB) que foi derrubado pelo plenário do STF.

A reforma trabalhista aprovada no governo Temer permitia que trabalhadoras gestantes exercessem atividades consideradas insalubres em grau médio ou mínimo e lactantes desempenhassem trabalhos insalubres em qualquer grau - exceto quando apresentassem atestado de saúde emitido por médico de confiança da mulher que recomende o afastamento.

Fonte: Infomoney


OUTROS DESTAQUES

Eleição definirá delegados ao 18º Conafisco

LEIA MAIS

UFPB e UFCG vão parar após setembro por falta de recursos, informam reitores

LEIA MAIS

Luta da Fenafisco em defesa dos servidores

LEIA MAIS