Publicado em 31/10/2020 às 00:00

Presidente do TSE defende maior participação feminina na política


Foto: Divulgação/ASICS/TSE


O combate a notícias falsas e candidaturas laranjas, a segurança nas eleições e a maior participação de mulheres na política estão no plano de ação para as Eleições 2020, apresentado hoje (27) em Brasília. A apresentação do plano contou com a presença do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça e o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Rolando Alexandre.

Na ocasião, o presidente do TSE defendeu o aumento da participação das mulheres na política. Segundo ele, o Brasil tem “irrisórios” 15% de participação feminina no Congresso Nacional o que coloca o país numa posição desfavorável, na comparação com outros países. Barroso citou duas razões para a defesa: “A primeira é por uma questão de justiça de gênero. Se existe 50% de mulheres na sociedade – até um pouco mais de 50% -, é natural que exista uma representação mais significativa. E em segundo lugar porque há um conjunto de atributos e de qualificações tipicamente femininas que efetivamente contribuem para o aprimoramento da vida pública”, afirmou.


OUTROS DESTAQUES

Paraíba realiza pesquisa inédita no Brasil para avaliar situação do coronavírus em todo Estado

LEIA MAIS

Número de denúncias anônimas contra sonegação fiscal cresce 65% em dez meses

LEIA MAIS

Polícia Civil e Polícia Federal discutem estratégias de segurança para eleições 2020

LEIA MAIS